segunda-feira, 29 de junho de 2009

Pam Grier uma Guerreira InFoco



Pam Grier é descrita como uma pessoa super positiva e simpática. Costuma estar sempre calma, fato que demonstra sua filosofia de vida extraordinariamente positiva. Durante sua carreira, abriu o caminho para uma nova geração de atrizes que poderiam ter mais do que uma imagem feminina e sexy e ser também mulheres que se apresentavam de forma destemida e corajosa.
Nascida em 26 de maio de 1949, em Winston-Salem, Carolina do Norte, Pamela Suzette Grier é filha de um mecânico do exército e de uma enfermeira. Consequentemente, ela seguiu o seu pai em torno de muitas bases do exército, incluindo estadias na Inglaterra e na Alemanha. Quando completou 18 anos, a família já estava instalada em Denver. Pam se tornou uma concorrente no concurso de Miss Universo Pageant Colorado, através desse concurso um “olheiro” de Hollywood lhe aproximou do seu primeiro emprego na indústria do cinema. No papel para Russ Meyer's (Beyond the Valley of the Dolls), em 1970. Depois veio The Big Doll House; Mulheres em gaiolas 1972, que continua a ser o ponto de partida de uma carreira surpreendente para uma atriz americana.

Curiosamente, por ter trabalhando em tantos filmes de Mulheres na Prisão (como o Big Bird Cage, Black Mama White Mama, Mulheres em gaiolas), Pam Grier tornou-se uma figura muito respeitada por grupos feministas e pela comunidade negra. Ela permanece até hoje como um símbolo do imortal “Blaxploitation gênero”, um estilo de filmes de ação com imagens que foram comercializadas com a finalidade de atingir o público Afro-Americano, exemplos disso são os filmes: Cool Breeze, Hit Man, Coffy, Foxy Brown, sexta-feira Foster, Sheba Baby .. . Coffy continua um dos favoritos dos fãs de Pam Grier, principalmente por causa de uma cena em que a personagem interpretada por ela (uma heroína) esconde algumas lâminas em seus seios para defesa, no caso de um eventual ataque!

Big Bird Cage



Black Mama White Mama


Foxy Brown



Coffy



Às vezes vulneráveis, muitas vezes implacáveis, Pam's personagens como ficaram conhecidas na época não eram mais do que, boas meninas em busca de justiça.A maioria das chamadas séries Blaxploitation, ainda são agradáveis de assistir e populares até hoje, considerando que os recursos utilizados na época eram escassos e contavam quase que apenas com os sons emotivos e com vestimentas extravagantes. Muitos títulos têm sido lançados em DVD nos EUA. A maioria dos filmes foram filmados em prisões das Filipinas, onde em uma delas, Pam contraiu uma misteriosa doença tropical que resultou na época, em uma perda total de seus cabelos e de sua visão por um mês!

Pam trabalhou em outros filmes também conhecidos como “cult film” ou cinema alternativo: podemos citar Crepúsculo Popular (onde pode ser vista como uma mulher-gato sedutora), Scream Blacula Scream, e The Arena ( único filme dedicado à gladiadoras do sexo feminino ). Muitos filmes alternativos estavam para vir, mas na mesma época ela também se tornou um símbolo sexual, posando nua na revista Playboy. Curiosamente, sua carreira como uma Blaxploitation deu uma pausa e o seu horário de trabalho foi reduzido drasticamente.

Ha uma contradição:pt.wikipedia.org/wiki/Pam_Grier * Afirma que a Pam se recusou a Pousar Nua!!!


Ela trabalhou a partir de então, em Greased Lightning com Richard Pryor, em 1977, um papel mais sério que ela esperava que lhe abriria caminhos para produções de maior qualidade. Não tendo tanta sorte: ela teria que esperar quatro anos para seu próximo projeto - o Fort Apache: The Bronx com Paul Newman, onde desempenhou uma prostituta assassina, onde a maioria de suas cenas foram cortadas na sala de edição.


Algum bem merecido respeito finalmente entrou em seu caminho em 1983 no filme Something Wicked Way Comes, baseado em uma história de Ray Bradbury. Pam tem um papel de uma bruxa silenciosa, considerada a "mulher mais linda do mundo". Logo depois, ela participou de uma produção canadense sci-fi (O defensor), dirigido por Jean-Claude e foi elencada também em uma semi-regular função na sérieTV Miami Vice. Depois veio um papel de apoio no filme de Steven Seagal: Acima da lei, em 1988. A partir desse ano seus trabalhos foram mais regulares. Mas, infelizmente nesse mesmo ano, Pam foi diagnosticada com câncer de mama e seu médico lhe deu o prazo não superior a 18 meses para viver. Ter sempre uma atitude positiva continua a ser a razão pela qual a atriz está nas telas trabalhando, tão linda como sempre.

Ela interpretou uma professora-robô em classe de 1999 e tomou parte na Bill & Ted's Bogus Journey. Em uma homenagem a Blaxploitation, Pam se uniu com três outras veteranas do gênero: Jim Brown, Richard Roundtree e Fred Williamson, para Origins Gangsters. Em 1996, Pam atuou com John Carpenter's e Tim Burton's em Escape from LA e o medíocre e incompreendido Marte Ataca! Mas o melhor ainda estava para vir.



Quentin Tarantino deu o papel de Jackie Brown para Pam, como ele prometeu-lhe muitos meses antes, quando ela participou de uma audição (ela havia participado de uma audição para um papel em Pulp Fiction). Aparentando pelo menos 20 anos mais jovem do que a sua verdadeira idade, ela teve um dos seus melhores desempenhos na sua carreira. Por essa atuação, ela foi nomeada como Melhor Atriz para o Golden Globes Awards, o Screen Actors Guild Awards, do Image Awards e o Golden Satellite Awards.

** Traduzido do : http://www.cultsirens.com/grier/grier.htm **


Filmes:
1970 Beyond the Valley of the Dolls
1971 The Big Doll House; Mulheres em gaiolas
1972 Cool Breeze; Hit Man; O Crepúsculo Popular; Black Mama, White Mama; The Big Bird Cage
1973 Coffy; A Arena; Scream, Blacula, Scream!
1974 Foxy Brown
1975 Sheba, Baby; sex. Foster; Bucktown
1976 Drum
1977 A Noite do Alto Maré; Greased Lightning
1981Fort Apache do Bronx
1983 Something Wicked Esta Way Comes; Tough Enough
1985 Stand Alone; On the Edge
1986 A 1987 vindicador O Allnighter Acima de Lei
1989 A 1990 Classe do Pacote 1999
1991 Bill & Ted's Bogus Journey
1993 Posse
1995 Serial Killer
1996 Original Gangstas; Escape from LA; Marte Ataca!
1997 Fakin 'da Funk; Jackie Brown; Strip Search
1998 n º 1999 Amanhã Jawbreaker; Em Too Deep; Holy Smoke; Fortress 2
2000 Snow Day; Wilder
2001 Love The Hard Way; Fantasmas de Marte; Ossos
2002 Bebê da Família; As Aventuras de Pluto Nash
2004-2009 The L Word
2005 Voltar no Dia
2009 O Convidado



** Curiosidades Origem: Wikipédia: **

• Em 1998, Pam foi diagnosticada com câncer de mama e, segundo os médicos, só teria mais 18 meses de vida. Depois de uma longa batalha que incluiu várias cirurgrias e quimioterapias, ela venceu a doença.
• Recusou posar nua para a Playboy.
• Pam pode ser vista no video clipe da música Doggy Dogg World, do Snoop Dogg.

Tradução Mariene
Fotos e Edição San

1 comentários:

Betha disse...

Pam Grier maravilhosa!!!

Pra mim, será sempre a Jackie Brown!!

Acho que faltou mais ação pra Kit Porter! Gostei da versão tatuada que não vingou!