quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Sara

oi nao conhecia o blog e estou lendo a 2 dias hahah e resolvi contar minha historia


Como começar essa tal saída de armário( primeiro de onde surge essas expressões hehehe), na verdade ainda não sai do armário para minha família, mas isso é questão de tempo pois eles não são muito abertos mas já devem saber, não preciso pegar uma bandeira pintar meu peito com as cores do arco-iris e gritar.... SOUUUU Lesbicaaaaaaaaaaaaaaa aeeeeeeeee!!!(como eu queria hahahha mas deixo isso para as paradas).

Bom desde pequena sempre fui uma guria bem tímida e morava no interior com minha família, cidade pequena aquela historia que vocês já devem ter lido por esse blog.... na escola sempre fui simpática, mas nunca fui feliz pois adorava brincar com os meninos,me lembro ate hj que quando pequena uns 5 anos usava um short de futebol e uma regata do homem aranha ridiculooooooo mas usava, minha mãe odiava e fez pano de chão hahahahah mas isso me magoou muito e percebi que ela sempre tentava me arrumar bem menininha estilo princesinha ate me colocou no ballet obrigada é claro, eu fugia do ballet e ia na aula de ginastica porque eu achava a professora gostosa hahaha e eu sempre voltava da escola toda sujaaa e um dia ate machucada tinha brigado com uns meninos ( muitooo brava hahahha).

Passando a infancia soltando pipa com meu Brother e tudo o maiss com os amigos dele, tenho um irmão mais velho que sempre ficou muito comigo pois meus pais trabalham muito e acabei aprendendo muitas coisas com meu irmão ( ate depois de alguns anos a cantar mulher haha claro que observando ), sendo assim nunca percebi que era diferente por que não tinha drama com homens pelo contrario, mas eu sempre tive mais liberdade pois sempre fiquei muito próxima a homens por causa do meu irmão e do meu Pai que é um homem maravilhoso e muito engraçado, então minha imagem de homem é ótima, já de mulheres não, sempre tive dificuldade de falar com mulher, ou me expressar achava elas muito chatass, na escola era um porreeeee, eu so queria saber de ficar perto dos meninos, ao passar dos anos eu fui para uma escola particular acho que na 8 serie, e fiz alguns amigos, mas sempre fui fechada, então minha mãe me colocou em aulas de pintura onde foi meu primeiro amor A ARTE, me dediquei anossss desenhando e pintando e assim aprendi a me comunicar melhor com a vida.

Passou um tempo e no final do 2 col eu consegui uma bolsa de estudos e fiz intercambio para a Belgica, pais onde morei 1 ano um dos melhores anos de minha vida, cada dia era o melhor dia, pessoas bonitas, aprendi a falar Frances a beber cerveja e a beijarr muito hahahah foi uma zonaaaaa, mas eu tinha que estudar muito ficava mais na escola que saia, e também fazia aulas de desenho, e muito esporte, foi nesse pais que aprendi a me soltar, conheci o Julian na escola, homem lindo, motoqueiro, delicadissimoo educado, e amava minha sograa, acabei ficando noiva dele tinha apenas 16 anos, mas claro intercambio é complicado pois existem regras e eu não podia namorar, mesmo namorando ele eu saia com alguns intercambistas de todo o mundo tinha mexicanos, autralianos, americanos, japoneses, africanos, suecos, a porraa dos brasileiross( que é uma pragaa) e muitos outross, era otimoooo toda quarta depois da escola pegavamos o trem e íamos ate Liege uma cidade belga Mara!! Íamos a um barzinho e bebiamossssss era uma zona, tinha uma musica q era obrigatório (TOMBE LA CHEMISE) traduzindo é tirar a camiseta ate hj essa é uma das musicas que quando me recordo eu começo a rir sozinha das cenas de quarta feira hahah vou descrever para as sapas de plantão sentirem inveja ( qualquer tipo de musica e principalmente essa as meninas tinham que subir na mesa e tirar a camiseta e dancarr horroresss, simmmm pessoas já vi muitossssss peitossss mesmo sem pedir hahahhahaha, ) resumindoo eu no meio delas suava frio e não sabia o por que!!!?? Por que seraa naooo?!! Hahaa bom so sei que foi uma experiência única em minha vida aos 16 anos, e nisso conheci alguns Gays que nunca tinha visto antes por morar no interior, voltando ao brasil terminei meu noivado com o Belga pois não via futuro, mas continuo amiga dele e principalmente da ex sogronaa, voltei para minha vida monótona de escola, e prometi pra mim mesma sôo estudar e me mandarr de novo do Brasil.

No 3 col e devolta a realidade e sem peitinhoss de graça nas quartas( dia da semana que mais me fazia sentir saudades da cerveja belga), fiz uma amizade bemmm legal com uma mestiça locaaaaaaaa, ela me disse que na porta da escola sempre na saída tinha 2 sapatoes que queria ficar com ela, e eu sempre fui brincalhona mesmo tímida disse VAI LAAA HAHHAHA AMANHA VEM DE BONE E COÇA O SACO ELAS VAO ADORAR HAHAHAH( olha o machismo) mas eu comecei a reparar nas duas e eu curtia o estilo e tal, ate q eu cada dia após a escola queria conhece-las, ate q um dia a minha amiga na escola me disse que uma delas ia La para me ver, eu achei um absurdo mass queria conhece-la , afinal não era mais boba tinha visto de tudo aos meus 16 anos , conversei mas não deu nada, ate que eu sabia que queria ficar com mulher por que sempre fui apaixonada por uma prof no primário e comecei a pensar quem eu tinha beijado primeiro Homem ou Mulher, bj homem com 14 anos, foi horrível, ate que me lembrei, nas férias quanto tinha uns 8 anos fiz amizade com uma guria de sp q ia para minha cidade nas férias e um dia na piscina dela estávamos brincando de tubarão( advinha quem era o tubarão?!!! Hahahha YOOOO) e fomos tomar banho, eu achei estranho pq sei la mas fomos, daí no banho meuss queridos leitores a guria me deu um bj que nossa como que eu poderia me esquecer, só sei que eu sai correndoo !!!! mas foi bom reelembrar heheh

Como eu tinha prometido sair do Brasil de novo mesmo amando meu país, passei no vestiba, vim para SP estudar Design, e nessa faculdade de Artes tem muitooooooosssssssss Gays e sapass, eu adoreiiiiii foi a melhor faculdade que uma sapatao deveria querer, mas eu ainda não era muito certa de ser, então foi na prmeira parada gay que me soltei de vez, sai com um amigo da facul, cheguei La e conheci pessoas maravilhosas 3 deles meus melhores amigos ate hj, eu tive sorte por que moro sozinha em SP, e sempre sai em baladas do babado sem ninguém me encher o saco!! E me descobri sozinha claro que com ajuda de amigos, mas foi muito bom eu descobrir assim aos poucos e tive muitas namoradas mas nunca duraram muito,( uma delas foi uma daquelas garotas que me esperavam depois da escola, encontrei ela alguns anos depois namoramos por 7 mês). Mas então nunca fui completa, mas já tive muitas pessoas especiais em minha vida, cada uma com sua importância e peso no meu coração, sempre tive medo dessas vontades loucas que meu corpo pede e me entreguei ao mundo Gay, so me sinto imcompleta por minha família não saber da real situação e isso me impede de compartilhar pessoas maravilhosas com eles e ate mesmo minha namorada, e isso esta impedindo que eu seja feliz com ela, mas eu disse que tudo tem sua hora certa, e a hora quem dirá serão as circunstancias da vida, meu conselho é siga sempre seu coração com responsabilidade mas nunca esqueça dos seus sonhos.

Hoje em dia sou formada, sou lesbica, tenho sonhos e desejos e pretendo sim ser feliz assim e espero ter ajudado mais algumas guriass por esse mundo LOUCO A FORA.

2 comentários:

lanna disse...

adoreii sua história guria, me identifiquei bastante principalmente pela indecisão tenho bastante medo tbm, as coisas por aqui não são facieis! mas tenho fé que ainda vou ser muito feliz tbm. tudoo de bom pra vc beijão!

Anônimo disse...

Amiga, me conta onde é essa faculdade, que eu me inscrevo no vestibular agora. rs