domingo, 21 de junho de 2009

Hoje estou PARADA

Meio que bloqueada.

Estou vendo muitas pessoas falando que a Parada deveria ser diferente, que é muito Nus, muitos Travestis, muita pegação.


Sei lá isto não esta entrando bem em mim.

Me sugere que nos somos culpados pelas agressões, pois somos mundanos, permissivos, promíscuos .
Ou Pior me diz que temos que Mudar , sermos um bando de Criaturas vestidas corretamente , com Placas , escritas palavras de ordem , mas sem nenhuma palavra obscena, gritando Moderadamente que queremos direitos!!!!


Mas somos alegres, já a nomenclatura Gay vem exatamente de nossa alegria.
E olha que não temos tantos motivos assim pra sermos alegres.
Enfrentamos a difícil aceitação própria , depois a Saída do armário, depois o conflito e o medo de ser rejeitado pelos seus.
A Questão não é limitar a Alegria, mas sim conquistar o respeito, o direito de não sermos molestado.

Se pra ter respeito eu preciso andar sem brilho, estarei usando ai sim uma fantasia, pra poder ser respeitado.

Independente de Gay, Mulheres, Negros , Minorias, O respeito ao ser humano deve vir em primeiro Lugar.
Direitos e Civilidade!
A Verdade não pode ser absoluta seja ela das religiões, dos partidos políticos, das gangues ou das milícias.

Alguns estão usando a Palavra Vergonha parar citar a Parada.

Não acredito em Falsos pudores, mas também não acho que é preciso mostrar seus órgãos genitais em praça publica , em ruas onde milhares de pessoas, crianças estão nos vendo passar.

Acredito na seriedade de quem organiza a parada, nos membros de diversos grupos que se mobilizam pra transformar ela alem de apelo para nossos interesses em um espetáculo agradável de se ver.
Afinal somos Alegres temos nossa forma de protesto, nossos jeito de reivindicar.

Da mesma forma que devem ser presos os atacantes , também devem ser contidos estes que ao se esporem não respeitam a seriedade do trabalho realizado por outros , deixando que sejamos generalizados como um bando de promíscuos .

Mas nada da o direito de alguém agredir uma pessoa até a Morte , ou jogar uma bomba causando danos físicos a dezenas de pessoas.

Já enfrentamos torturas demais , pra termos que nos fantasiarmos de pessoas serias e nos engravatar pra poder sair em uma parada de reivindicação .

2 comentários:

Charap .. Charap .. disse...

Justamente por conta de alguns, as principais pessoas (os organizadores da causa e mobilizadores) pagam como sendo promíscuos e permisivos.

Não vestidos corretamente mas também não vestidos sem nada! Infelizmente a parada virou um Carnaval por assim dizer e não sou só eu quem pensa dessa maneira.

Existe muita falta de respeito, casais gays acompanhados que são atacados, na própria parada vi várias cenas de homens querendo beijar duas garotas ao mesmo tempo, insistindo nisso. Essa é a falta de respeito.

Já ouvi vários comentários de que para alguns homens a parada gay é um ótimo lugar para realizar a fantasia de querer "pegar" duas garotas ao mesmo tempo. Acho isso ridículo.

Infelizmente por conta desse tipo de pensamento de pessoas que não entendem a causa, que não sabem o que é causa, a parada está perdendo o brilho do que deveria ser.

Essa é a minha opinião

Aisla Araújo disse...

Olá, em Brasília acontecerá a Parada LGBT dia 19/07/2009.
Li sua publicação a respeito do assunto e achei interessante comenta-la em meu blog.
Concordei bastante com o que disse e gostaria de dizer que despertou minha vontade de abordar o assunto, também em vista do movimento cuja data já nos cerca.
Fique à vontade para ler minha publicação e comentar a respeito. Parabéns pelo texto! E não interprete que estou indo totalmente contra suas idéias, simplesmente gostei do seu texto e resolvi divulga-lo adicionado à minha opnião.
http://aislaaraujo.blogspot.com/
Abraço!